Mar 12, 2017 Case history

O MAX5 e a piscina mais profunda do mundo

A EMEC não está presente somente em tratamento de piscinas olímpicas. O instrumento MAX5 foi o escolhido para controlar e tratar uma piscina muito peculiar.

A piscina Y-40, inaugurada em Montegrotto Terme (Pádua) em 2014, é conhecida por ser a piscina mais profunda do mundo. Com seus 42,15 metros em seu ponto mais profundo, ela superou o recorde anterior que era da Nemo 33, localizada em Bruxelas na Bélgica e que tinha "apenas" 34,5 metros de produnfidade. A Y-40 possui 4.300 m³ de água doce que são inseridas a 85ºC, e se mantém a uma temperatura de 34ºC. Abaixo da superfície, se encontram degraus de profundidades variadas (4,5,8 e 10 metros), nos quais foram feitos caminnhos e ambientes que simulam mergulho em grutas, ao mesmo que um túnel transparente permite aos visitantes de passar no meio da piscina. Nos 15 metros de profunidade se encontra um poço (de 6 metros de diâmetro) onde é possivel alcançar a profundidade de 42,15 metros.

5 Culligan Y40 deepest pool in the world

O coração deste projeto feito porCulligan Italianaé formado por quatro instalações de filtração, para uma vazão total de 720 m³/h, controlados através de um painel EMEC completo. Este painel é montado com três bombas dosadoras do modelo AMS, uma bomba dosadora do modelo VMS, um filtro, um porta eletrodo para células amperométricas, além do grande cérebro do sistema, o instrumento MAX5. Este potente analisador e controlador, pode gerir até 5 canais simultaneamente de pH, redox (ORP), cloro (total, livre e combinado), dióxido de cloro, peróxido de hidrogênio, ozônio, ácido peracético, turbidez, condutividade, oxigênio dissolvido e temperatura.

Assim como todos os outros instrumentos EMEC, ele pode ser administrado remotamente através do sistema ERMES, o que torna grande sistemas peculiares como a piscina Y-40 fáceis de serem controlados e monitorados de qualquer lugar do mundo.

y 40

Graças a Culligan Italiana.